#VocêTemUmaMenteMilionária

Livros: O Desaparecimento de Katharina Linden

2 de dezembro de 2011


Título Original: The vanishing of Katharina Linden
Gênero: suspense
Autor: Helen Grant
Edição: 1
Ano: 2011
Editora: Bertrand Brasil
ISBN: 9788528615098
Número de páginas: 324
Nota pessoal: 2

Um mundo de mistérios e mitos visto pelos olhos de uma criança, até que ponto é fantasia ou se torna realidade?

Sinopse:
Pia é uma garota de 10 anos que vê sua rotina completamente alterada após a "explosão" de sua avó, que pegou fogo durante a ceia de Natal, ela passou a ser discriminada na escola e vista como esquisita. Pouco tempo depois deu-se o desaparecimento de Katharina Linden, então Pia achou que isso fosse fazer com que todos esquecessem o ocorrido com sua avó, mas tudo ficou ainda mais intenso. Além de ter que lidar com o medo da possibilidade de ser uma das crianças desaparecidas.

Personagens:
Pia é divertida, e apesar de ter apenas 10 anos tem uns pensamentos muito interessantes. Seu melhor amigo imposto pela sociedade, Stefan Fedido também é uma criança adorável e com uma percepção bastante aguçada para a pouca idade.

Citação:
"-Viva cada dia como se fosse o último - repetiu ele. - Sabe o que isso significa? Que se há algo que se queira fazer, algo que se tenha de fazer, é preciso ir em frente, antes que se perca a oportunidade para sempre."
Fonte: págna 145

Sobre a estrutura do livro:
O livro tem uma capa muito bonita, porém infelizmente a tinta prata utilizada no título desgasta durante a leitura.
A narrativa é em primeira pessoa, mas como a protagonista não é nenhuma criança mimada não me senti incomodada.
As páginas são amareladas e o livro é leve, de fácil manuseio.
O que me desagradou no livro foi o excesso de termos em Alemão, eu tinha a todo momento que recorrer ao glossário. Acho interessante a inclusão de uma nova língua durante a leitura, instiga o interesse, porém ter que ficar a todo momento se deslocando para o final do livro achei um tanto desagradável, acho que seria mais válido colocar as traduções no rodapé, e manter o glossário para consultas de palavras repetidas.

Crítica:
Difícil avaliar este livro. Eu dividiria ele em três partes óbvias, começo, meio e fim.
O começo é legal tem uns acontecimentos engraçados e intrigantes.
O meio foi difícil. A leitura não desenvolvia, os acontecimentos eram pacatos, o foco já não era mais o suspense do desaparecimento de Katharina, e fiquei entediada.
Já o fim, não vendo a hora de chegar nas últimas páginas, ficou interessante a partir da página 240, mais ou menos. Mas eu estava já tão cansada da leitura desgastante que nem consegui, como posso dizer, saborear o desfecho do livro.
Na revisão das minhas anotações durante a leitura voltei a sentir o incomodo presente durante ela, vejam:
Anotação 2: quando Pia começou a reclamar com seus primos ingleses foi um show de horror. A cada palavra eu tinha que ficar migrando ao final do livro para saber que diabos ela estava falando pra eles.
Anotação 4: as brigas dos pais de Pia me incomodavam profundamente, já não suporto estar presente fisicamente em brigas familiares quanto mais ter que ler em todos os detalhes.
Enfim, não aproveitei a leitura, achei cansativa, desgastante e nada envolvente.
Esperava um livro recheado de suspenses do começo ao fim e não só um pouquinho no fim.
Não recomendo.

E vocês o que acharam? Se interessaram pelo livro? Caso queria adicionar na sua estante do Skoob basta clicar na capa do livro acima.

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta