#VocêTemUmaMenteMilionária

Nostalgia: The O.C.

8 de março de 2012

"Well come to The O.C. bitch"
Para encerrar a sessão Nostalgia Filmes, livros & séries eu só poderia falar da minha série do coração. Esta que me trouxe para o mundo dos seriados o qual não consegui mais sair.

The O.C. me conquistou não pelo aspecto fashion, muito menos pelos rostos bonitos, foi por mostrar que em um mundo repleto de futilidade e soberba existem pessoas que podem realmente fazer a diferença assim como outras que mesmo nascendo neste meio não se enquadram. Acima de tudo, que a amizade é o laço mais forte a ser feito e que nem mesmo uma sociedade inteira pode destruí-lo.


Série lançada no Brasil em 2003 fez a Vivi aqui se tornar uma apaixonada por seriados. Trazendo uma estória comovente de um advogado público que ao defender um adolescente, para que o mesmo não fosse para a prisão, acaba se envolvendo emocionalmente com o garoto e resolve ajudá-lo a ter uma vida, um futuro.

O cenário é Orange County (daí a sigla OC) na Califórnia. Praia, sol, mansões, belos corpos e rostos, um mundo ideal que esconde segredos de deveriam permanecer enterrados.


Em The O.C. vemos a realidade do cotidiano em meio a brigas, paixões, desilusões. Tudo é apresentado de forma cativante e envolvente, onde a maioria dos personagens tem personalidade bem definida e forte.






Para muitos este foi um seriado que mostra a vida de adolescentes mimados e fúteis, mas para mim foi descobrir desilusões e aprender com as perdas. Pude me apaixonar por um nerd e a cada dia me envolver mais e mais com ele e seus conflitos, me deleitando com seus desenhos super lindos, curtindo seus momentos depressivos ao som de Boys II Men. E por falar em música a trilha sonora a desta série é simplesmente incomparável, até hoje elas estão em minha lista de favoritos e escuto com muito saudosismo.

Além disso a série sempre buscou dar uma ótica diferente para os problemas, juntar culturas e mostrar que é possível viver em harmonia independente do seu credo e de sua origem.

Infelizmente ao perder um dos protagonistas da série, o que para mim em especial não foi uma grande perda, afinal era um personagem inconstante, seguindo o papel perfeito de uma adolescente mimada e que não sabe o que fazer para chamar atenção (não gosto de personagens assim), a série sofreu uma seríssima queda na audiência causando seu cancelamento na quarta temporada.

Este, assim como todos os seriados, teve seus altos e baixos, porém a quarta temporada não foi um dos pontos baixos, ao contrário, ver a recuperação dos personagens com a perda e ainda a superação foi mais uma das ótimas lições que a série pode mostrar, além do amadurecimento notável e dos constantes aprendizados. O feliz de tudo é que o anuncio do cancelamento da série aconteceu com antecedência o que deu uma folga considerável para que fosse feito um final, claro que bastante corrido, mas o importante foi ter um final agradável.

The O.C. foi uma série maravilhosa inspirada em seriados antigos e que, devido ao seu sucesso, acabou por inspirar muitas séries posteriores como Gossip Girl, mas que ao meu ver não chegam aos pés desta que, para mim, é a melhor série adolescente de todos os tempos.

E com isso chega ao fim a primeira sessão Nostalgia Filmes, livros & séries espero que tenham gostado.

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta