#VocêTemUmaMenteMilionária

Livros: O Melhor de Mim

26 de abril de 2012


Título Original: The Best of Me
Gênero: Romance
Autor: Nicholas Sparks
Ano: 2012
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 270
Nota pessoal: 3

Para ler um livro do Nicholas Sparks não pode ser em qualquer momento, sempre os reservo para quando estou relaxada e em paz comigo, sempre esperando um livro delicioso e cheio de um romance de encher o coração.

Sinopse:
Dawson e Amanda foram o primeiro amor um do outro, porém as diferenças sociais fizeram com que eles se separassem, mas tudo pode acontecer e vinte e cinco anos depois uma fatalidade os coloca frente a frente.

Sobre a estrutura do livro:
O livro esta com problemas de revisão, não sei se foi a pressa para o lançamento, mas são erros de fácil percepção. Quanto à capa achei bonita, melhor do que as usadas nos livros do autor publicados anteriormente. A diagramação é bastante simples, porém com uma divisão de capítulos não muito bem estruturada.
Já a narrativa é em terceira pessoa, mas com mudanças de pontos de vista que chegam a incomodar durante a leitura, me passou a impressão de que várias pessoas contavam a mesma história.

Crítica:
Esperei ansiosamente por este livro, assim que surgiu a oportunidade de ler não pensei duas vezes e me deparei com uma confusão completa de narrativa, sinceramente me senti incomodada com as constantes mudanças de ponto de vista e de termos de narrativa tão gritantes e bruscas. Em um mesmo capítulo temos a narrativa voltada para mais de um dos personagens, então temos palavras belas seguidas por termos grotescos o que torna a leitura um tanto desagradável devido esta constante flutuação.
Não que o livro seja ruim, mas para ser honesta não parece que foi escrito pelo Nicholas, não criei empatia com o par romântico, não me senti conectada e emocionalmente envolvida, o que mais gostei foi a história secundária de Dawson completamente não relacionada a seu par romântico.
A história é bonita e comovente, sim mas extremamente previsível e totalmente clichê até mesmo para o nível Nicholas Sparks, somente no final do livro foi que enxerguei os traços dele.
Não posso dizer que não gostei do livro que estarei mentindo, se disser que não me emocionei, também. Mas dizer que este livro entrou na minha lista de livros de cabeceira do Nicholas seria mentira.
O livro é bom transmitindo uma bonita mensagem, mas as histórias paralelas são desgastantes demais. Necessárias? Talvez, mas poderiam ser apresentadas de outra forma visando tornar a leitura mais prazerosa.
Para os que ainda não leram nada do escritor sugiro começar por A Última Música, Diário de Uma Paixão ou até mesmo Um Amor para Recordar que o filme é melhor do que o livro, e então leiam O Melhor de Mim.

Nota: Tenho medo de ter me tornado uma leitora tão exigente ao ponto de não amar um livro do meu escritor favorito, afinal já tem alguns meses que li o último livro dele, e de lá para cá muita coisa mudou. Confesso que ler ele logo após terminar O Temor do Sábio pode não ter sido muito justo.

E vocês o que acharam? Se interessaram pelo livro? Caso queriam adicionar na estante do Skoob basta clicar na capa do livro no início do post.

INSTAGRAM @fls.com.vc

LEITORES

RECEBA POR EMAIL