#VocêTemUmaMenteMilionária

Filmes: Gigantes de Aço

24 de setembro de 2012


Título Original: Real Steel
Gênero: Aventura
Ano: 2011
Duração: 127 minutos
Nota pessoal: 4

Sinopse
Num futuro onde as lutas de boxe corpo a corpo não são mais permitidas os robôs tomaram o lugar do homem no ringue. Charlie é um ex boxeador frustrado que busca o robô ideal para retomar seus tempos de glória no ringue, até que seu filho Max aparece em sua vida e resgata um robô da sucata com a decisão de levá-lo para o ringue e fazê-lo ganhar todas as lutas.


Crítica:
Sim, o filme é SUPER clichê, bem Sessão da Tarde, mas ainda assim é muito fofo, fiquei encantada e por isso a nota alta (isso pode se dar também ao simples fato de eu esta numa maré ruim para bons filmes, mas ele fez por merecer).
Apesar de ser uma história clássica de superação, relação de pai e filho, etc (tudo aquilo que já estamos super acostumados com a avalanche de filmes do gênero lançados na década de 1980) o filme é divertido, emocionante, com uma trilha sonora boa e um enredo simples.
O cenário, mesmo sendo um pouco futurista, não é nada exagerado, e a analogia de tirar os homens do ringue, onde estes lutam até sangrar, me agradou muito (eu particularmente não suporto assistir lutas - já tive um namorado que lutava e a cada luta era uma dor no coração - acho um tanto bárbaro).
Filmes que abordam o tema paternidade para mim são sempre recheados de emoções, sempre sonhei com o pai herói como qualquer outra criança (mas o que ganhei foi um pai babaca mesmo, mas isso ai pouco importa) e por isso sempre me emociono e retorno aos meus tempos de criança em que construí aquele sonho, com isso, é claro, vêm uma avalanche de lágrimas.
Não é um tipo de filme de se esperar muito, afinal quando falamos de clichê já sabemos o que vem por aí. Mas posso afirmar que é um filme muito gostoso e divertido de assistir e fica minha recomendação para que todos assistam.

INSTAGRAM @fls.com.vc

LEITORES

RECEBA POR EMAIL