#VocêTemUmaMenteMilionária

Séries: American Horror Story

9 de novembro de 2012


Título Original: American Horror Story
Temporada: 1
Ano: 2011
Gênero: Terror
Site oficial: http://www.fxnetworks.com/ahs
Emissora: FX
Nota pessoal: 4

Sinopse
Uma família em crise busca um meio de deixar o passado para trás e construir um novo futuro, para isso nada melhor do que mudar de cidade e de casa. Porém a nova casa não será o novo palco da felicidade da família e sim de sua possível ruína e tragédia, mesmo com a esperança de um bebe a caminho, afinal os moradores atuais da casa não esperavam ter a companhia de seus antecessores, e estes jamais abandonarão a casa onde morreram.

Pontos relevantes:
A relação de Violet e Tate foi super bem desenvolvida e estruturada e foi o que mais gostei na série, realmente me envolvendo com os personagens e suas histórias.

Crítica:
Alguém me explica porque demorei tanto para começar a assistir esta série?
Apesar de ter certo preconceito com o gênero terror, que raramente me impressiona, esta série foi muito bem escrita e me envolvi do primeiro ao último episódio da temporada.
Claro que ela apresenta os elementos clássicos do terror, casa mal assombrada com espíritos que não querem deixar os novos moradores, vivos, serem felizes, mas ainda assim todos tem sua história, que é apresentada a cada episódio dando mais sentido para todo o cenário.
Mas ainda assim existem alguns furos nesta temporada que acredito que serão explicados nas futuras (só que não, porque descobri que cada temporada terá um cenário diferente). Como por exemplo, porque somente aquele pedaço de terra é amaldiçoado, isso ficou claro em uma passagem da série mas não foi muito explorado. Além disso outras falhas como cachorro que é esquecido por uns 6 episódios e simplesmente aparece no final como se os roteiristas finalmente tivessem se recordado da existência dele. Ou então um policial que ameaça a família devido ao fato da filha adolescente não estar indo a escola e depois nada acontece, mesmo ela continuando a não frequentar a escolha. Contudo estes furos não são nada comparado a toda trama em que a temporada é envolvida e acabam sendo superficiais.
Mesmo sendo um terror não é de dar medo, claro que aqueles que se impressionam com facilidade vão ficar bastante assustados com algumas cenas, mas vale a pena conferir.
O que dizer da trilha sonora, o único pecado foi colocar a famosa música do Kill Bill, mas de resto ela esta fantástica e combinando bastante com a temática da série.
Os atores apesar de conhecer somente alguns deles, Zachary Quinto (que no começo achei que ele teve uma interpretação extremamente estereotipada de gay, mas depois ficou mais amena e com isso crível), Jessica Lange (que me surpreendeu em diversos momentos), Denis O´Hare (caracas ele esta muito medonho) e Sarah Paulson (que mal aparece na temporada), deram um show de interpretação, e o que mais me encantei foi Evan Peters que, na minha opinião, foi o destaque da temporada, não somente pelo seu personagem mas sim por interpretar muitíssimo bem.
A série é muito boa, com ótimos efeitos e um roteiro muito bem elaborado que surpreende em diversos momentos. Super recomendo.

Episódio favorito:
Toda a temporada foi muito boa, tiveram momentos que se destacaram e não um episódio em especial, então resolvi colocar aqui a abertura da série que achei maravilhosa.


Informações sobre a próxima temporada:
A segunda temporada já esta em exibição e, claro, já estou acompanhando.

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta