#VocêTemUmaMenteMilionária

Livros: A Ascensão dos Nove

5 de dezembro de 2012


Título Original: The Rise of Nine
Gênero: Literatura Fantástica
Autor: Pittacus Lore
Ano: 2012
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 287
Nota pessoal: 4

Esta série vem se tornando uma ótima surpresa a cada novo volume, mesmo que os e-books, e me conquistando cada vez mais.

Alerta: Se não leu os livros anteriores recomendo pular a sinopse.

Sinopse:
John (Quatro), esta se recuperando ao lado de Nove e Bernie Kosar depois de conseguirem fugir da prisão dos Mogadorianos, ainda se torturando por ter deixado Sam para trás e sua única pista que poderia os levar ao encontro de Seis. Seis, Marina, Ella e Crayton estão em busca do Número Oito, que acreditam estar na Índia e ser o Garde mais poderoso, o único com poderes que podem destruir Setrákus Ra. Mesmo com os caminhos separados estes enfrentam desafios cada vez mais difíceis para que seja possível livrar a terra dos Mogadorianos e com isso vingar Lorien.

Personagem favorito:
Ainda preciso dizer que Seis e Bernie Kosar continuam sendo meus favoritíssimos na série? Acho que não. Ella também é maravilhosa e encantadora, com os legados que eu adoraria ter, não tem como não se encantar com esta menina linda.

Crítica:
Antes de mais nada preciso dizer que fiquei frustrada ao ver que a versão nacional do livro não seguiria o padrão de capa americano que tem a textura tão perfeita com uma aspereza similar a areia, já a nossa versão é capa lisa e sem graça.
Se a grande sacada de O Poder dos Seis foi dividir o livro em cenários narrado por Quatro e Marina, agora tempos não só a narrativa pelo ponto de vista dos dois, mas também, para minha imensa alegria, pelo ponto de vista da Seis, o único problema é que a fonte não muda muito de uma narrativa para a outra então precisa ter uma atenção extra em cada início de capítulo para saber quem esta narrando.
Por estar no terceiro volume da série, o livro dispensa explicações sobre Lorien, a Garde, os Cepâns, os legados, as heranças e os Mogadorianos, então o que encontramos é muita ação, aventura, e claro que algumas baixas, mas ainda  assim esperava que este livro fosse bem mais sombrio que os anteriores.
Um ponto que me intriga muito é a facilidade que eles tem de descobrir as utilidades dos objetos da arca, pois sempre os estão utilizando na hora e local certo, acho isso um pecado, afinal tudo fica muito fácil e poderia ter um pouco mais de dificuldade neste ponto.
Fiquei muito satisfeita em ver a relação dos Mogadorianos, Setrákus Ra e o Governo Americano, não ficou exagerado, mas ainda acho que vai surgir uma  pessoa no meio de tudo isso para ajudar a Garde.
A princípio fiquei intrigada com o título do livro, afinal eles não são nove desde o início do primeiro livro, mas durante a leitura tudo fez sentido.
O ritmo do livro é eletrizante e do meio para o final eu devorei sem dó, fazia tempo que não lia um livro em tão pouco tempo e super valeu a pena. O triste é saber que não tenho prazo de espera para a continuação. Aliás, preciso comentar que o final do livro fiquei com o coração a mil e de repente brochei total, pareceu que tudo foi sem sentido, mas espero que não seja, e sim apenas uma impressão. O que me resta é aguardar, mas ainda não houve qualquer divulgação a respeito do quarto livro da série.
Ainda assim a série não deixou a desejar e continua tendo um espaço especial na minha coleção, afinal não é qualquer série que consegue me frustrar e depois me conquistar este e um privilégio que hoje é dividido entre Os Legados de Lorien e Hush, Hush apenas.

Para conferir as resenhas dos livros anteriores basta clicar nas capas abaixo:

E vocês o que acharam? Se interessaram pelo livro? Caso queria adicionar na sua estante do Skoob basta clicar na capa do livro acima.

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta