#VocêTemUmaMenteMilionária

Livros: O Lado Bom da Vida

30 de janeiro de 2013


Título Original: The Silver Linings Playbook
Gênero: Romance
Autor: Matthew Quick
Ano: 2013
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 256
Nota pessoal: 5

Sinopse:
Pat esta se recuperando de uma crise, do que? Nem ele mesmo sabe, enquanto sua mãe resolve tirá-lo da instituição psiquiátrica na qual recebe tratamento, a quanto tempo? Melhor não perguntar ao Pat, afinal seriam meses ou anos? Mas Pat esta em um novo objetivo de vida, ser gentil ao invés de ter razão, o que o torna uma pessoa melhor para que então ele possa terminar seu tempo separado e retomar seu relacionamento com sua esposa Nikki, que ele não vê a quanto tempo mesmo? Meses, dias? Só há um jeito de descobrir o que acontece na vida de Pat.

Personagem favorito:
Sem dúvida que é o Pat, a narrativa deste livro é tão gostosa que se torna impossível não se apaixonar pelo narrador.
Mas também Tiffany que, tirando o lado depressivo, tem um jeito que me identifiquei demais.

Citações que me chamaram a atenção:
"A vida não é um filme de censura livre para fazer com que a pessoa se sinta bem. Muitas vezes a vuda real acaba mal..."
Fonte: página 193

Crítica:
A muito tempo não me encanto com um livro já no primeiro paragrafo graças a sua narrativa, sem esperar nada do enredo, apenas com o objetivo de me divertir durante a leitura, se não estou enganada acho que isso aconteceu pela última vez com O Nome do Vento, não estou comparando as obras e sim contando o efeito que a narrativa causou em mim.
Este é um livro ao mesmo tempo leve e pesado, divertido e introspectivo, senti diversas emoções ao desfrutar esta linda obra que certamente entrou para classe de meus livros favoritos.
Achei muito interessante a forma sincera como tudo foi abordado, não existe hipocrisia de um mundo perfeito onde pessoas com problemas mentais são tratadas de forma como qualquer outro, o livro deixa claro como todos os enxergam de forma diferente e protagonista mostra isso de forma transparente e compreensível.
Fiquei encantada com o livro do início ao fim, tanto que o devorei em 2 noites o que era outro fato que a tempos também não acontecia com um livro.
O mais legal na narrativa é que o escritor não se limita em apresentar ela de forma linear posso dizer que o livro se divide em três modos de narrativa, a clássica em primeira pessoa depois ele faz uma montagem muito interessante para mostrar um determinado período da vida dele de modo a não ser cansativo para o leitor e então temos uma parte também que é feita por meio de comunicações de cartas, e tudo isso deu ainda mais graça e charme para o livro. Sem dúvida que a parte que eu mais me diverti foi na "montagem" feita para relatar o período de um mês em que ele focou sua vida no objetivo de aprender a dançar com Tiffany, a narrativa dele misturada com diversos acontecimento é simplesmente hilário.
Este e um livro que não tem um público específico, apesar de ser um livro adulto também pode ser facilmente apreciado pelo público infanto-juvenil assim como é voltado para o público feminino e também para o masculino, enfim eu amei o livro com todo o meu coração e seria difícil não classificá-lo como leitura obrigatória. Super recomendo mesmo, agora deixa eu ir correndo assistir o filme.

Alerta: O livro é recheado de spoilers de clássicos da literatura americana, então esteja preparado para saber o final daquele livro que você sempre quis ler mas nunca teve a oportunidade.

Trailer

Curiosidades:
O Lado Bom da Vida é o romance de estréia do escritor Matthew Quick no Brasil e, além de se tornar um best seller, ainda contou com adaptação ao cinema que rendeu 8 indicações ao Oscar de 2013, incluindo Melhor Roteiro Adaptado.

INSTAGRAM @fls.com.vc

LEITORES

RECEBA POR EMAIL