#VocêTemUmaMenteMilionária

Filmes: Os Miseráveis

4 de fevereiro de 2013


Título Original: Les Misérables
Gênero: Musical
Ano: 2013
Duração: 157 minutos
Site Oficial: http://www.osmiseraveisofilme.com.br/
Nota pessoal: 5

Um dos filmes mais esperados do ano finalmente chegou aos cinemas para delírio e lágrimas de muitos.

Sinopse
França século XIX, Jean Valjean cumpre 19 anos de escravidão pelo crime cometido, roubar pão para o filho de sua irmã, porém este viola sua liberdade condicional, por este motivo precisa adotar uma nova vida para fugir da escravidão imposta por Javert. Com sua nova identidade atuando como o Prefeito ele se depara com Fantine e, em seu leito de morte, promete cuidar de sua filha Cosette como sua.



Crítica:
Faltam palavras em meu vocabulário para expressar o quão maravilhosa ficou esta adaptação.
A princípio quando vi que toda a carga emocional ficaria depositada nos atores Hugh Jackman e Anne Hathaway fiquei relativamente preocupada, afinal o primeiro estamos acostumadíssimos a ver em papéis sem qualquer apelo emocional e eu tinha dúvidas quanto a habilidade da Anne em soltar a voz (quis bater a cabeça na parece assim que sai do cinema por ter tido pensamentos como estes).
Já havia assistido a adaptação anterior, que não é no formato de musical, mas não lembrava muito da história, inclusive me fiz assistir novamente antes de fazer este post para poder enaltecer ainda mais esta nova adaptação.
Para começar este foi o primeiro musical que assisti em que falas eram raras, praticamente 90% da comunicação foi feita por meio de música, e achei isso lindo, afinal o que esperamos em um musical são músicas, não?
Gente, sério, estou com sérias dificuldades de expressar toda a carga emocional que recebi ao assistir este filme, e parece que cada vez que assisto me emociono ainda mais, como isso é possível, sinceramente não sei dizer, mas é exatamente o que acontece comigo (sim, já assisti mais de uma vez).
Voltando ao que comentei sobre os principais atores mais acima, estes foram grandes responsáveis por minhas intermináveis lágrimas, e agora estou mais do que na torcida para que os dois levem a estatuetas para as quais foram indicados, eles merecem sem dúvida, Hugh Jackman e Anne Hathaway deram um show de atuação.
Mas nem tudo é um mar de rosas e fui obrigada a engolir a participação de Sacha Baron Cohen, simplesmente repudio todos os filmes protagonizados por ele, o acho caricata demais e em algumas cenas com ele me deixaram um pouco desgostosa, acho que Helena Bonham Carter merecia um par mais apropriado.
Apesar de seu personagem ser bastante forte Samantha Barks não conseguiu me convencer ou emocionar com sua interpretação.
Como podem ver os pontos que considerei relativamente falhos, mas isso apenas no meu ponto de vista por uma questão de empatia, são irrisórios em comparado com a magnitude desta obra.
Agora estou mais dividida ainda com relação aos meus favoritos para a estatueta de melhor filme.
Aos que tem pré conceitos a respeito de musicais sugiro repensar seus conceitos e darem uma chance para esta adaptação de Os Miseráveis e os que já gostam, estão esperando o que para conferir?

Curiosidades:
O filme é a adaptação do clássico do escritor francês, Victor Hugo com o mesmo nome, publicado em 1862, dividido em cinco volumes que conta as passagens do tempo e história de seus protagonistas.
A obra já foi adaptada anteriormente para o cinema nos anos de 1935, 1958 e 1998. Além do clássico musical da Broadway.

Fonte: Wikipédia

INSTAGRAM @fls.com.vc

LEITORES

RECEBA POR EMAIL