#VocêTemUmaMenteMilionária

Filmes: A Hospedeira

8 de abril de 2013


Título Original: The Host
Gênero: Ficção Científica
Ano: 2013
Duração: 125 minutos
Site Oficial: http://thehostthefilm.com/
Nota pessoal: 1

Depois do primeiro Videocast feito pela equipe do Filmes, livros & séries chega a resenha na íntegra da mais nova adaptação de Stephenie Meyer.

Sinopse
O Planeta Terra foi invadido por uma raça alienígena que se hospeda em humanos, porém os humanos não são muito adeptos a esta submissão e com isso o mundo entra em guerra onde a raça humana se esconde dos seres alienígenas. Mel é uma garota que busca sobrevivência e salvar seu irmão, até ser descoberta pelos buscadores alienígenas e numa atitude desesperada tenta suicídio, porém não é bem sucedida e acaba capturada e a "alma" de Peg passa habitar seu corpo em busca de mais humanos sobreviventes, incluindo sua família.


Crítica:
Vamos logo começar pela minha avaliação geral, achei o filme bem fraco.
Tudo acontece numa velocidade absurdamente lenta e desgastante, eu me peguei divagando no cinema por diversas vezes.
Logo que lançou o livro eu peguei ele para ler e o abandonei em aproximadamente 4 ou 5 capítulos porque achei tudo muito chato, e o filme se mostrou muito próximo do que encontrei neste comecinho de livro.
Claro que não sou apta a julgar o livro versus o filme uma vez que não concluí a leitura, e não tentaria fazê-lo de maneira alguma, mas depois de conversar com alguns amigos que levaram a leitura até o fim não vou mentir que fiquei empolgada com o filme e inclusive comprei o livro, meu objetivo era ler antes da estreia, mas infelizmente não deu muito certo por questões de prioridade, mas vou ser bem sincera, não me arrependo, porque depois de ver o filme pode ter certeza que não tenho mais qualquer intenção de retomar a leitura.
O filme é parado, sem ação e sem um grande propósito. Acho que a única grande sacada foi não colocar um triângulo amoroso, que é aquilo que se espera de romances adolescentes, então se alguém temia isso pode ficar tranquilo, no mais tudo é parado e desgastante, senti minha vida sendo drenada de mim aos poucos e eu não encontrava forças para dormir ou até mesmo levantar da poltrona e abandonar a sala de cinema (ok estou sendo bastante dramática, mas é apenas para enfatizar o quão ruim é o filme), claro que já assisti filmes piores, não vou também rebaixar o filme ao extremo, mas não vou também recomendar ele para ninguém.
O que esperar do filme, bem, vejamos... Paisagem do deserto (o que é bem bonito mas depois de 5 minutos cansa), ação ZERO (quando pensamos que o bicho vai pegar percebemos que nada vai acontecer), furos aos montes (acho que, assim como aconteceu no nosso videocast este filme rende um bom bate papo entre amigos com o tema 'encontre os furos do filme'), falta de tecnologia alienígena (tirando o 'ovo de páscoa' e o 'chuveirinho' - como eu e meus amigos apelidamos - só mesmo carros platinados, nem as armas eram tecnológicas) e, o que em minha opinião foi o maior pecado de todos, ausência de passagem do tempo (numa cena "eu te odeio e vou te matar", na seguinte "eu te amo e quero ficar com você para sempre", ou o povo era bipolar e eu não percebi, pode ser uma opção).
Em suma, não assistam o filme a não ser que a curiosidade realmente seja grande, afinal existem ótimos filmes por ai e não vale perder o tempo assistindo a este, e sinceramente, não sei se vou conferir as continuações, se houver.

Curiosidades:
Filme é adaptação do livro de Stephenie Meyer com mesmo título publicado pela Editora Intrínseca. Após a estréia do filme a escritora anunciou que o livro terá mais duas continuações se tornando uma trilogia.

Fonte: Sobre Livros

INSTAGRAM @fls.com.vc

LEITORES

RECEBA POR EMAIL