#VocêTemUmaMenteMilionária

Filmes: Gia

17 de junho de 2013


Título Original: Gia
Gênero: Drama
Ano: 1998
Duração: 120 minutos
Nota pessoal: 5

Abrindo a semana de homenagem ao mês do Orgulho LGBT trago para vocês um filme antigo com minha atriz favorita Angelina Jolie.

Sinopse
Gia Marie Carangi foi descoberta para o mundo da moda, e o que era o sonho de muitas garotas se tornou um grande presente e ao mesmo tempo trouxe a ruína da jovem modelo. Gia uma garota rebelde e de temperamento difícil conquistou o mundo da moda em pouquíssimo tempo embarcando numa montanha russa no topo o sucesso e a esperando lá embaixo estava sua morte.


Crítica:
Como todo filme baseado em fatos reais este nos mostra uma linda lição de vida. Angelina Jolie atuou de forma emocionante, chegando até a ser aterrorizante em alguns momentos por parecer fazer que com eu sentisse o que a personagem estava sentindo (sou suspeita para falar, porque acho esta mulher simplesmente uma atriz de tirar um chapéu).
A história narrada é baseada na vida da primeira supermodelo da história que junto com seu estrondoso sucesso nos mostra como toda uma vida pode ser destruída pelo poder das drogas.
Gia tinha a fama e o poder nas mãos, mas se deixou dominar por um terrível vício que cobrou seu preço de forma lamentável, deixando de ser um ícone da moda para se tornar uma das primeiras pessoas famosas a morrerem do vírus HIV.
O formato do filme é como se fosse um documentário, porém ele é todo feito pelos atores que interpretam os papeis das pessoas que fizeram parte da vida de Gia.
Este é um filme que vale a pena conferir, principalmente pela mensagem contida nele sobre o consumo descontrolado e abusivo de drogas, a cena em que Linda pede para Gia escolher entre ela e a droga foi a que mais me marcou, afinal Gia amava Linda de forma compulsiva e obsessiva, mas ainda assim o vício pela droga falou mais alto o que a fez tomar a decisão errada que cobrou um alto preço.
Toda a cronologia do filme, assim como seu formato nos fazem entrar muito na história levando o espectador a emoção. Super recomendo.

Curiosidades:
A orientação sexual de Gia também tem sido discutida após sua morte. Algumas associações LGBT a rotulam como lésbica e outras como bissexual, por seu relacionamento também com homens. No filme Gia, Jolie a interpreta como bissexual. Desde sua morte, ela é considerada como um ícone lésbico, e de ter sintetizado o termo "lesbian chic" uma década antes dele ser cunhado.

Fonte: Wikipédia

INSTAGRAM @fls.com.vc

LEITORES

RECEBA POR EMAIL