#VocêTemUmaMenteMilionária

Mangá: Code Geass

4 de junho de 2013


O post dessa vez será, hmm, rapido. [?]

Não sei se gostei desse mangá, ou se desgostei. Só sei que fiquei muito indeciso em certas situações, certos momentos. NÃO ENTENDI algumas coisas e simplesmente detesto ter q ficar voltando manga pra reler.

De qualquer forma, o post de hoje será sobre: Code Geass


Code Geass é uma franquia [aparentemente enorme] criada por Ichirō Ōkouchi. A franquia engloba Anime - que notei ser o mais famoso dentre os elementos da franquia - Mangás e Jogos.


Code Geass sempre foi um dos -mangás- que meus amigos mais falavam, e um dos quais eu não havia lido. Um certo dia voltando de algum lugar infindavelmente longe, lembro-me de estar no meio de uma conversa sobre mangás com estes amigos, e ouço a seguinte colocação " ... um dos melhores... blábláblá ... adoro CodeGeass, é muito bom... " e perguntei do que se tratava a história.

Não sei se vocês sabem mas eu sou o LIDER REI CAMPEÃO de julgar um livro pela capa, e sinceramente, não acho nem um pouco falho. Entendo a amplitude que pode vir a ter uma colocação dessa, mas sério gente, se o livro é BOM o mínimo que você pode esperar é um capa bonita. - Ao menos que a ideia toda por trás da intenção do livro seja essa mesmo, de possuir uma capa feia - mas, paradoxos à parte, acho que julgar um livro pela capa É bom.

E pq tudo isso? pq logo gostei do resumo picado e levemente sem informações que me passaram
"Um cara meio estranho que ganha um poder de mandar nas pessoas sem elas poderem desobedecer, dai ele faz toda uma bagunça enorme no governo e tem outras pessoas com poderes também que agem junto e contra ele" - Me interessei - mesmo sem saber que parte disso tecnicamente era spoiler, e já parti para minas conclusões precipitadas: Clichê, Sobrenatural, Interessantezinho.

Agora, uma breve e mais completa sinopse.

A história [pelo menos a do mangá, né? jaja entrarei nesse mérito] conta a vida de Lelouch Lamperouge, um estudante que vive no japão, mais especificamente na área 11, que fica no que uma vez foi o Japão, e que agora é uma das áreas dominadas pelo Império Britaniano. Lelouch participa do comitê estudantil da Academia Ashford, local onde também reside na companhia de uma irmã cega e paraplégica, Nunnally.
Um dia, Lelouch acaba por encontrar uma garota que se diz chamar C.C. [c.two] e ao formar um contrato com ela, Lelouch acaba ganhando um poder incrível. A Capacidade de dobrar a vontade de qualquer pessoa apenas com um ordem. Lelouch que na verdade é o 11º herdeiro ao trono do Império Britaniano, segue sua vida odiando a forma com que a Britannia governa, sendo que foram eles os culpados pela morte de sua mãe, e pelo atual estado de sua irmã. Em posse desse novo poder, Lelouch decide construir um novo mundo, um mundo justo e pacifico onde sua irmã possa viver em paz.



Acho impossível não associar com DeathNote, só alguns trechos eu digo, mas a síntese do "Tenho um poder e agora criarei um mundo justo com ele" é presente em 90% do mangá.

Ao acabar de ler, devo agora me contradizer, ou pelo menos confundir vocês, em relação ao que eu disse lá em cima. Sim eu gostei.
Mas não foi um mangá mágico pra mim. Foi criativo. porém pouco aproveitado. Imagino que fosse possível prolongar as situações e até mesmo complicá-las. [eu disse que precisei voltar pra ler umas partes, essas eu preferia que fossem simplificadas xD]

AGORA, a história do Anime.

Não sei qual é. Sou apto a supor que, aparentemente, segue alguma linha da história no mangá. MAS A QUESTÃO de que ROBÔS GIGANTES foram inclusos no anime me tira o ar. Sendo assim, nada a comentar :/


O desenho do mangá segue o estilo CLAMP. E devo dizer que, estou apaixonado pela forma como são desenhados os cabelos das personagens femininas. Nota 10 o.ó

O -mangá- está finalizado e apresenta 8 volumes na história chamada "Code Geass: Lelouch of the Rebellion" e Ainda possue 4 SpinOffs que são:

Code Geass: Suzaku of the Counterattack -  2 volumes
Code Geass: Nightmare of Nunnally -  5 volumes
Code Geass: Tales of an Alternate Shogunate - 1 volume
Code Geass: Renya of Darkness - 6 volumes

Nenhum deles ainda lidos por mim, quem sabe no futuro. Somente os 2 primeiros SpinOffs têm publicações no Brasil, ambas pela editora JBC.

 Seguindo o MÉTODO PATENTEADO VIVIFERR DE AVALIAÇÃO, a nota que eu dou para esse Mangá é 3

INSTAGRAM @fls.com.vc

LEITORES

RECEBA POR EMAIL