#VocêTemUmaMenteMilionária

Filmes: O Grande Gatsby

22 de julho de 2013


Título Original: The Greate Gatsby
Gênero: Drama
Ano: 2013
Duração: 142 minutos
Nota pessoal: 3
Site Oficial


Para escrever sobre este filme antes de mais nada eu me senti na obrigação de ler o livro, mesmo depois de já ter visto o filme. Porque? Vocês irão entender durante a critica.

Sinopse
Nick Carraway é um alcoólatra que durante uma sessão de terapia resolve contar como sua história começou em 1922 momento em que se mudou para Nova York e conheceu um dos homens mais influentes em sua vida Jay Gatsby, um homem rodeado de mistérios que revela sua verdadeira história somente para Nick que veio a se tornar seu grande amigo e confidente.

Crítica:
Gente, sério acredito que este vai ser o post mais louco que escrevi ou até mesmo escreverei aqui no FL&S, mas sinceramente foi tudo muito louco para mim com esta história.
Estava louca para conferir o filme e por isso fui correndo em sua estréia, afinal Leonardo DiCaprio é simplesmente um dos meus atores favoritos (que um dia verei ganhar o Oscar) e talvez tenha cometido o erro de não ler o livro antes, sinceramente no momento não sei mesmo dizer se foi ou não, mas eis que cheguei na sala de cinema e parece que tudo deu errado.
Primeiramente a transmissão atrasou 25 minutos para ter início, seguida por 10 minutos desperdiçados com comerciais completamente inúteis e trailers que eu já havia assistido, ou seja, um completo atraso na minha vida. Quando começou o filme não vou mentir que estava já até um pouco desanimada com todos os acontecimentos anteriores, mas ainda assim uma vez as luzes apagadas embarquei no mundo da sétima arte.
Minha primeira impressão com o começo do filme era estar olhando para um filme no estilo Moulin Rouge (o que sinceramente não era nada do que eu esperava, mesmo em se tratando do mesmo diretor) cheio de coloridos e extravagancias, mas ainda assim não tinha porque me desesperar certo, afinal Mouling Rouge é um dos meus filmes de cabeceira, até que começou uma trilha sonora que não combina em NADA com a época em que o filme se passa, vou sem bastante sincera isso me irritou profundamente, levo este assunto de trilha sonora muito a sério.
A parte disso toda a história foi muito bem apresentada, mas ainda assim não conseguiu me fazer deixar de sentir que tinha algo errado e que não se encaixava com tudo o que eu estava vendo, afinal estamos falando de um livro clássico da literatura norte americana e por isso resolvi deixar para publicar (e não escrever porque na verdade sai do cinema com a cabeça a mil e precisava deixar minhas impressões registradas para não esquecer tudo o que senti ao ver este filme) somente depois de ler o livro, só para que eu pudesse entender como foi feita esta adaptação que realmente não encaixava na minha cabeça de forma alguma.
Minha sensação final ao sair do cinema, além de ter certeza de que eu precisava urgentemente ler o livro, foi que seria mais impactante se seu formato fosse em musical, ai sim acho que o resultado teria sido perfeito (e até a trilha sonora seria mais aceitável no meu conceito).
Após ler o livro, que eu amei, posso dizer que a história que nos é apresentada é bastante fiel, assim como as características e personalidades das personagens, porém a forma como o filme foi apresentada realmente não conseguiu encaixar, principalmente as músicas, o filme tinha potencial e elenco para ser um filmaço mas acabou sendo um filme mediano que deixou demais a desejar, mas ainda assim, por conta do elenco principalmente o filme é bom, afinal os atores conseguiram representar de forma fiel seus papéis e dar um show de atuação, o que na para mim foi o que salvou o filme.
Claro que como toda adaptação temos mudanças, porém a mudança no desfecho de Nick não me agradou muito no filme, ele foi retratado como um alcoólatra por conta de tudo o que aconteceu, e achei que não foi convincente, o livro é bem mais crível.
Enfim, é um filme que recomendo somente no caso de a pessoa não estar mesmo afim de ler o livro, caso contrário vá ler o livro e ser feliz porque vale muito mais a pena.
Se fiz comparações com Titanic? Nunca. Li sobre as teorias da conspiração sobre o assunto, mas achei tudo besteira que não me convenceu nenhum pouco.

Curiosidades:
Esta é a 3ª versão para o cinema do livro de F. Scott Fitzgerald.

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta