#VocêTemUmaMenteMilionária

Filmes: O Homem de Aço

8 de julho de 2013


Título Original: Man of Steel
Gênero: Aventura
Ano: 2013
Duração: 143 minutos
Nota pessoal: 5
Site Oficial

Não sei em outras cidades mas esse ano começou em São Paulo um esquema muito interessante de pré estreias, duas semanas antes da estréia oficial no Brasil o filme passa a ser transmitido em alguns dos principais cinemas da cidade com uma sessão por dia ao final de semana, isso aconteceu com O Homem de Aço e é claro que fui conferir no dia 30/006, afinal não poderia me dar melhor presente de aniversário do que esse.

Sinopse
Nascido em Krypton, o pequeno Kal-El viveu pouco tempo em seu planeta natal. Percebendo que o planeta estava prestes a entrar em colapso, seu pai o envia ainda bebê em uma nave espacial, rumo ao planeta Terra, e levando com ele importantes informações de seu povo. Contrariado com tal atitude, o General Zod tenta impedir a iniciativa e acaba preso. Já em seu novo lar, a criança foi criada por Jonathan e Martha Kent, que passaram a chamá-lo de Clark. O tempo passa, seus poderes vão aparecendo e se tornando, de certa forma, um problema, porque isso evidencia que ele não é um ser humano. Já adulto, Clark se vê obrigado a buscar um certo isolamento porque não consegue resistir aos salvamentos das pessoas e sempre precisa sumir do mapa para não criar problemas para seus pais. Mas o terrível Zod conseguiu se libertar e descobriu seu paradeiro. Agora, a humanidade corre perigo e talvez tenha chegado a hora das pessoas conhecerem aqueles que passarão a chama de o Super-Homem.

Crítica:
Estava tão ansiosa para essa estreia que sinceramente mal sabia o que esperar, afinal tudo o que se resume ao Super-Homem eu simplesmente fico obcecada, um exemplo é o seriado Smallville que mesmo com sua perda de qualidade depois de alguns anos não me fez abandonar ou até mesmo pensar em desistir.
Para evitar saber mais o que deveria antes de conferir o novo filme resolvi me abster de qualquer novidade divulgada na internet após o lançamento do filme nos Estados Unidos, sofrendo com a ideia de ter que esperar um mês para assistir nos cinemas brasileiros, graças a essa nova maratona de pré estreias precisei esperar duas semanas menos, o que agradeço imensamente, é claro.
Star Trek - Além da Escuridão que me perdoe, mas ele desceu para segundo melhor filme do ano na minha lista.
O filme esta simplesmente incrível, e não falo isso por ser fã do super herói e sim por ele conter uma qualidade incrível de efeitos especiais, as cenas de luta em alta velocidade são mostradas bem de perto com uma qualidade gráfica imperdível, até aqueles que não são fãs do herói irão se render a este show de efeitos especiais. Diferente de muitos filmes que insere cenas de duelos e lutas em formato digital que acabam parecendo mais cenas tiradas de vídeo-games do que um filme, em O Homem de Aço somos surpreendidos com cenas que parecem muito mais próximas da realidade, fiquei muito satisfeita com a qualidade digital apresentada neste filme.
Mas o que mais gostei foi a cronologia, ele não é apresentado da forma que estamos acostumados, com a destruição de Krypton, seguida pela adoção de Clark, ele descobrindo seus poderes e se tornando o Super-Homem, ao invés disso entre a primeira e última parte recebemos pequenos fragmentos em formato de flash back o que transforma o filme numa atmosfera dramática que é simplesmente impossível não se emocionar (no meu caso chorar horrores mesmo), vi muito marmanjo (como diria vovó) se emocionando com as cenas.
A escolha de Henry Cavill não foi em vão, afinal o cara tem talento. Além de ser um excelente ator ele é SUPER GATO e com um SUPER CORPO, ou seja, SUPER PERFEITO, só poderia ser mesmo o SUPER-HOMEM. Não só a escolha para o papel de Clark foi perfeita, como para o restante do elenco, sou suspeita para falar sobre Amy Adams porque simplesmente adoro esta atriz, e busco sempre assistir a todos os filmes protagonizados por ela.
Para os fãs do super herói certamente a produção de Christopher Nolan não vai deixar a desejar em nada e vai fazer muitos, como eu, voltar ao cinema para conferir novamente. Certamente os que não são fãs não podem deixar de conferir pela qualidade usada na tecnologia visual, que esta simplesmente imperdível.
A única coisa que faltou para mim, mesmo sabendo que não teria, é a música tema durante os créditos, porque eu simplesmente amo a música tema de Superman.

Curiosidades:
O filme não contém cenas pós crédito.
Antes de ser definida como Louis Lane, a atriz Amy Adams já tinha experimentado duas conexões com o universo do Homem de Aço. Ela interpretou Jodi Melville no seriado Smallville (2001) e trabalhou com James Marsden, que fez Richard White em Superman - O Retorno (2006).

Fonte: Adoro Cinema

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta