#VocêTemUmaMenteMilionária

A Desencanada da Bienal: Dia 8

5 de setembro de 2013


O dia hoje foi um tanto atípico como já previsto no post de ontem, primeiro que no meio das minhas férias acordei numa quinta-feira as 7 da manhã, e dessa vez não era para trabalhar, e sim para madrugar na Bienal.

Laila e eu tivemos uma experiência muito gostosa na manhã de hoje, que em breve relataremos com maiores detalhes, afinal foi tão gostoso que resolvemos escrever um texto bem trabalhado, elaborado e com carinho e cuidado, e não esses posts loucos e corridos que estamos escrevendo diariamente, aqui e no Sobre Livros, que por vezes parece até maratona de escrita, portanto aguardem que em breve traremos um outro lado da vida de amante de livros para vocês.

Devido a uma forte gripe, que fiz o grande favor de contrair, após o almoço me recolhi aos meus aposentos para tentar me restabelecer afim de garantir força até o último dia de feira, afinal parece que tudo aconteceu comigo (queimadura nas pernas, centenas de picadas de inseto espalhadas pelo corpo e rosto, coro cabeludo descascando e agora a gripe, vamos ver o que mais me acontece até domingo), então acabei retornando aos pavilhões somente as 18 horas.

Lá de volta participei de um bate papo no stand da Novo Conceito com o editor Thiago "Como despertar o interesse de um editor?" que foi muito bacana, com dicas para novos escritores sobre como usar as mídias sociais, como apresentar seu trabalho a uma editora, o que é importante saber antes de apresentar seu trabalho a uma editora, tudo muito bacana, e o melhor, para os que não sabem, todos os bate papos que rolam no stand estão sendo transmitidos ao vivo via hangout e podem ser conferidos também na página do YouTube.

Seguimos então para o Café Literário onde aconteceu o Sarau Poético com as presenças de Alberto Pucheu, Antonio Calloni, Viviane Mosé e Paulo Britto. Foi uma experiência interessante, afinal apesar de sempre ter gostado de poesia nunca tinha tido a oportunidade ou até mesmo o interesse em participar do sarau. A recitação foi muito gostosa de escutar, pois não era apenas uma leitura e sim tinha emoção, inclusive em um determinado momento Viviane Mosé recitou dois poemas para seu filho que estava presente o que foi muito emocionante.

O dia de hoje foi curtinho, afinal uma parte dele passei dormindo, mas certamente valeu muito apena pelas experiências. Amanhã o dia promete ser mais atribulado.

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta