#VocêTemUmaMenteMilionária

A Desencanada da Bienal: Dia 9

7 de setembro de 2013


Bom dia pessoal! Tudo bem com vocês? Ontem o dia foi muito corrido e para economizar no sono resolvi deixar o post para ser escrito somente hoje, mas não resisti a tentação de aproveitar uns minutinhos de folga pela manhã e fazer separado com a agenda de hoje, se não seria um post imenso. Então vamos lá!

Antes de iniciar a maratona de eventos demos uma rápida passadinha na Editora Planeta para visitar a Garota Pop e fazer biquinho para a foto.

O primeiro evento do dia foi o #acampamento na Bienal com a escritora mineirinha Paula Pimenta que falou sobra suas séries Fazendo Meu Filme e Minha Vida Fora de Série (que confesso pela primeira vez ter me sentido tentada a conferir suas obras que não são muito meu estilo literário, mas que acredito que me identificarei muito, mas fica para uma oportunidade no futuro). Ela confirmou que Fazendo Meu Filme foi liberado somente o primeiro livro para adaptação nos cinemas, ainda sob o aval da escritora que pode vetar o filme se não gostou da adaptação. Revelando também que sua nova série será sobre Cecília, Fazendo Meu Filme 4, foi a escolhida para ganhar uma série exclusiva.

Depois de terminar minha leitura de Perdão, Leonard Peacock (aguardem resenha quarta-feira), segui para mais um #acampamento na Bienal desta vez para ver o Nu aos 50, Zeca Camargo. Esse nos apresentou uma frase que gostei muito e aproveito para citar "Um corpo é uma história". Ele também comentou sobre suas conquistas e história aos 50. Assim como enfatizou a importância de se estabelecer relações pessoais e não limitadas pelo meio virtual. Foi bonito de ver ele emocionado ao relembrar a história da catadora de lixo que viu seu filho entrar na faculdade e depois viu o filho assassinado. E as diferenças, facilidades, benefícios e etc sobre livros digitais e impressos.

Para fechar a noite na Bienal fomos conferir o Café Literário falando sobre pós manifestações com Frei Neto e Marcos Nobre lá dividimos a mesa com o Gabriel, colunista do blog da revista Recreio, o Recreio News. A palestra, que começou com 15 minutos de atraso, foi interessantíssima e adorei ver o Frei Betto falar, inclusive anotei algumas de suas frases que aproveito para citar aqui. "Liberaram crédito para o crescimento de produção automobilística só esqueceram de criar ruas, por isso demoramos tanto para chegar até aqui hoje." e "Governo e igual feijão. Só funciona na panela de pressão.", foi muito interessante escutar esse debate e ver o quanto as pessoas apoiam manifestações pacíficas, inclusive o dia de hoje promete ser recheado de manifestações pelo país.

Depois seguimos para um delicioso happy hour que foi o responsável por diversas risadas e bate papo descontraído, e também pelo atraso desse post. Mais tarde comento como foi o dia de hoje.

INSTAGRAM @fls.com.vc

LEITORES

RECEBA POR EMAIL