#VocêTemUmaMenteMilionária

Séries: Dexter - Temporada Final

27 de setembro de 2013


Título Original: Dexter
Temporada: 8
Gênero: Criminologia
Ano: 2013
Emissora: Showtime
Nota pessoal: 5
Site Oficial

Sinopse
Depois de colocar um fim à vida de Laguerta afim de proteger o segredo do irmão, Debra vive um mundo de conflitos enquanto Dexter tenta recuperar a irmã, seu único elo com a humanidade.

Pontos relevantes:
Uma das grandes sacadas da série na minha opinião sempre foi sua abertura, acho incrível o duplo sentido encontrado e por se manter a mesma desde o início, sendo alterada somente durante a quarta temporada, que também foi uma sacada genial.

Crítica:
O que mais gostei nessa temporada foi o fato de que, por ser a última, ela conseguiu manter o ritmo clássico das temporadas anteriores, mas claro que com um clima de despedida que, apesar de esperar algo diferente, é esperado para os finais de série.
Porque eu não esperava o clima de despedida? Bem digamos que eu esperava uma abordagem diferente.
Quem acompanha meus posts da série sabe que minha personagem favorita na série na verdade é Debra e mais uma temporada que Jennifer Carpenter tem uma interpretação incrível (certamente irei acompanhar qualquer futura série que a atriz faça), é claro que Michael C. Hall também não fica de fora no meu favoritismo, mas em segundo lugar e não deixou a personagem perder o estilo que conquistou tantos fãs ao longo desses oito anos.
Gostei muito da guinada que a série deu apresentando um roteiro diferente, dessa vez sem que Dexter estupidamente se envolvesse com o serial killer da vez, como aconteceu na maioria das temporadas anteriores.
A inclusão da pessoa responsável por ajudar Harry a desenvolver o código para doutrinar Dexter foi um elemento que me agradou demais, o que ao meu ver amarrou a grande ponta solta, afinal sempre pensei que Harry tinha um confidente, uma pessoa com quem ele poderia dividir tudo o que passava com o filho adotivo e de onde tirava forças para continuar vivendo.
Outro ponto interessante é que a temporada teve diversas divisões, pelo menos ao meu ver, divido a temporada em três momentos 1) Dexter se depara com sua "criadora", 2) ele vê a oportunidade de deixar seu legado e 3) ele entra em seu último conflito interno. Todas essas fases considerei importantíssimas para amarrar pontas e responder diversas perguntas.
Como qualquer final de série terminei o último episódio com os olhos inchados de tanto chorar, me despedir de uma série nunca é fácil, e ao terminar sempre entro em um processo de transe para processar tudo o que me foi apresentado.
Assim como antecipado por Michael C. Hall sobre o final da série, o final deixa realmente aberto a interpretações, e certamente existirão aqueles que amarão e os que odiarão, eu particularmente depois de muita reflexão e até mesmo aceitação posso dizer que sim, gostei muito do final, não vou mentir que fugiu completamente de tudo o que eu esperava, talvez por isso eu tenha gostado tanto, porque por mais que tenha sido diferente eu me surpreendi.
Sem dar spoilers (todos sabem que sou contra isso) a série encerrou com a grande questão que sempre foi o plot da série, o conflito de Dexter na busca por seu lado humano e por isso acredito que, depois de alguns altos e baixos (para mim muito mais algos do que baixos) incorridos ao longos das temporadas, não poderia haver final mais apropriado.
Todos estão reclamando por esperar algo demasiado do final da série, mas para mim Dexter nunca foi uma série de acontecimentos surreais e chocantes, e sim uma série voltada para a busca de respostas, reconhecimento e autoaceitação por isso talvez não tenha jamais me decepcionado com a série em nenhuma de suas temporadas e muito menos com seu final. É sim uma série que carregarei com carinho no meu coração e em minha DVDteca.
Sem dúvida para aqueles que se mantiveram fiéis a série até o final ela deixará saudades, e acredito que ficarei por um tempo sofrendo de abstinência mas valeu apena esses 4 anos dedicados a série (sim, comecei a acompanhar em 2010, mas não é por isso que me sinto menos fã).

Temporadas anteriores
Segunda Temporada
Terceira Temporada
Quarta Temporada
Quinta Temporada
Sexta Temporada
Sétima Temporada
Compre aqui

Curiosidades:
A série é inspirada nas obras de Jeff Lindsay composta por 6 livros já publicados no Brasil pela Editora Planeta.
Segundo Michael C. Hall, que vive o serial killer Dexter Morgan na série do Showtime, o series finale irá, definitivamente, responder/resolver muita coisa que estava em aberto, mas também dará margem para que cada um interprete alguns pontos do seu jeito.

Fonte: Caldeirão de séries

INSTAGRAM @fls.com.vc

LEITORES

RECEBA POR EMAIL