#VocêTemUmaMenteMilionária

Filmes: Malévola

2 de junho de 2014


Título Original: Maleficent
Gênero: Fantasia
Ano: 2014
Duração: 97 minutos
Nota pessoal: 5
Site Oficial

Sinopse

Baseado no conto da Bela Adormecida, o filme conta a história de Malévola (Angelina Jolie), a protetora do reino dos Moors. Desde pequena, esta garota com chifres e asas mantém a paz entre dois reinos diferentes, até se apaixonar pelo garoto Stefan. Os dois iniciam um romance, mas Stefan tem a ambição de se tornar líder do reino vizinho, e abandona Malévola para conquistar seus planos. A garota torna-se uma mulher vingativa e amarga, que decide amaldiçoar a filha recém-nascida de Stefan, Aurora. Aos poucos, no entanto, Malévola começa a desenvolver sentimentos de amizade em relação à jovem e pura Aurora.

Crítica:

Minhas expectativas para esse filme estavam simplesmente na estratosfera, uma vez que sou vidrada na vilã Malévola desde pequena, nunca gostei muito da história de A Bela Adormecida, o que sempre me chamou a atenção nesse conto foi sua vilã, que sempre considerei a melhor das vilãs de todos os contos de fadas (meu sonho perfeito seria uma adaptação de A Bela e a Fera onde a Malévola fosse a vilã da história, sem dúvida esse seria meu conto de fadas perfeito), mas não só pelo fato de a história ser do ponto de vista dessa vilã que sempre gostei, que minhas expectativas estavam altas, mas sim pelo fato de ela ser interpretada pela minha atriz favorita. Como, por esses dois fatores, eu estava com muita expectativa, acabei optando por não acompanhar nada sobre a produção do filme, caso contrário essa expectativa subiria a níveis exponenciais.
Eis que o filme finalmente estreou sexta passada e a ansiedade foi tamanha, que mesmo depois de um fechamento cansativo (quem é leitor a mais tempo sabe que trabalho até tarde em fechamentos mensais), sai do trabalho passada 22 horas e fui voando para o cinema conferir o filme na última sessão do dia.
Bem, o que posso dizer se não começar me desculpando? Encantada que me perdoe, mas Malévola deu uma rasteira no quesito releitura de contos de fadas para o cinema, consequentemente meu favoritismo que estava completamente devoto acabou sendo ajustado e hoje Malévola conquistou em disparado a posição em meu coração de melhor releitura de conto e fadas já vista no mundo da sétima arte.
Que filme perfeito, inteligente e irreverente. Fiquei encantada do início ao fim. Sinceramente não consegui enxergar absolutamente um ponto fora da curva, foi um filme meticulosamente bem feito.
O que mais me impressionou em tudo foi a perfeição das personagens, nunca tinha imaginado que isso fosse possível, afinal quando falamos do cinema atual a necessidade da beleza é cada vez mais presente, e nesse filme não houve essa preocupação, e sim em ser o mais fiel possível as personagens, talvez pelo fato de estarem alterando a história, não sei, mas isso com certeza foi de tirar o chapéu.
Agora o que mais me agradou em tudo isso foi a mudança dos conceitos. Sem dúvida esse foi, para mim, o diferencial do filme. O que é ser bom ou mal? O que é amor? O que é certo ou errado? Esse filme nos mostra o quanto os conceitos podem variar dependendo do ponto de vista e eu sinceramente fiquei encantadíssima com isso, achei inteligente e jamais havia me deparado com esses questionamentos num filme, supostamente, infantil. Digo supostamente porque achei esse filme tão adulto e maduro que sinceramente não acredito que crianças irão acompanhar, certamente ficarão maravilhadas com as imagens mas não entenderam as mensagens, inclusive o filme não é recomendado para crianças menores 10 anos.
No quesito efeitos especiais, figurino, fotografia e trilha sonora também acertaram em cheio, não consegui encontrar um problema, sinceramente o filme esta perfeito demais, e estou doidinha para assistir novamente.



Curiosidades:
Angelina Jolie trabalhou bastante com os responsáveis pelo figurino e maquiagem de sua personagem para criar um visual que fosse fiel à versão exibida em A Bela Adormecida. Alguns executivos da Disney até tentaram convencê-la de que não era necessário que aparecesse de forma tão sombria, visando explorar a beleza da atriz na divulgação do longa-metragem, mas ela não aceitou esta proposta.
Todos os atores do elenco de Malévola foram contratados tendo por base sua semelhança com os respectivos personagens em A Bela Adormecida.
Malévola foi lançado nos Estados Unidos em 30 de maio de 2014. Trata-se da mesma data e mês do lançamento de A Bela Adormecida, 55 anos antes.

Fonte: Adoro Cinema

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta