#VocêTemUmaMenteMilionária

Filmes: Transformers - A Era da Extinção

14 de julho de 2014


Título Original: Transformers - Age Of Extinction
Gênero: Ficção Científica
Ano: 2014
Duração: 166 minutos
Nota pessoal: 3
Site Oficial

Sinopse

Alguns anos após o grande confronto entre Autobots e Decepticons em Chicago, os gigantescos robôs alienígenas desapareceram. Eles são atualmente caçados pelos humanos, que não desejam passar por apuros novamente. Quando Cade encontra um caminhão abandonado, ele jamais poderia imaginar que o veículo é na verdade Optimus Prime, o líder dos Autobots. Muito menos que, ao ajudar a trazê-lo de volta à vida, Cade e sua filha Tessa entrariam na mira das autoridades americanas.

Crítica:

Semana de pré estreia de Transformers - A Era da Extinção, aproveitei que saí cedo do trabalho na sexta e já fui conferir a adaptação (afinal depois da derrota do Brasil para a Alemanha eu precisava de uma dose cavalar de aventura). Bem consegui atender minha necessidade, porém acredito que fui submetida a uma overdose.
Apesar de eu ser completamente apaixonada por Transformers sai do cinema com a sensação de que vi mais do que deveria. Vamos combinar, quase 3 horas de filme é muito para o ser humano. Estamos falando de um filme de ficção científica em que os acontecimentos não giram em torno de muita história e sim ação e efeitos especiais, logo todo esse tempo imersa em ação e efeitos especiais, que devo admitir estarem simplesmente incríveis e terem valido o 3D, ainda assim foi um exagero sem tamanho. Fiquei cansada e pude perceber pela movimentação das poltronas ao meu redor que todos estavam cansados como eu de enfrentar um filme tão longo e com tão pouca história, ao terminar o filme parecia que as pessoas estavam fugindo para as montanhas, nunca tinha visto uma sala de cinema esvaziar em tão pouco tempo (se existem cenas pós créditos, sinceramente não fiquei para conferir, afinal não aguentava mais um minuto na sala vendo cenas de explosões e robôs alienígenas).
Sério, por mais apaixonada que eu seja dos filmes da franquia esse acabou sendo demasiado para mim.
Esse ponto foi o grande aspecto negativo que encontrei no quarto filme da franquia, mas ele foi tão pesado que fez o filme perder muita qualidade em tudo, afinal o que adianta um trabalho de efeitos especiais, som, imagem, ação, plot e até mesmo elenco, muito bons quando tudo isso somado a longa duração exagerada do filme acabou cansando e trazendo a sensação angustiante de "acabem logo com esse filme pelo amor de deus", excessos são um fracasso.
Pela primeira vez um filme colocou a nossa frente novas personagens, e esse fato por si só poderia ser um enorme fiasco, mas acabou não pecando nesse ponto. As novas personagens, apesar de serem bastante clichês eram convincentes, porém ainda não conseguiram deixar de lado a menininha com carinha de indefesa e que manja de mecânica e carros e mostra as pernas como se não houvesse confecção de calças para mulheres, mas é um aspecto tradicional em filmes de carros então ok, deixo isso de lado. No mais todas as novas personagens, embora completamente secundárias, foram convincentes.
Além disso a história deu uma guinada interessante, mostrando vilões diferentes, porém infelizmente exagerando um pouco na comédia. Eu adoro os trabalhos de Stanley Tucci, e eles em geral apresentam uma característica de humor, porém nesse filme achei exagerado.
O filme é bom, se fosse mais, digamos, resumido ele certamente estaria em outro patamar em meu conceito, mas infelizmente o desconforto que senti e pude notar que muitas pessoas também sentiram acabou por desqualificar o filme no meu conceito, afinal devemos ter prazer no final e não sair correndo da sala do cinema, não? Mas ainda assim é um filme que vale a pena conferir, então caso resolvam ver nos cinemas não consumam muito líquido e deem preferência a roupas mais confortáveis, e claro vão alimentados senão vai bater uma fome, com certeza.



Curiosidades:
Continuação de Transformers, Transformers - A Vingança dos Derrotados e Transformers: O Lado Oculto da Lua. O produtor Lorenzo de Bonaventura diz que o filme é uma mistura de reboot com continuação.

INSTAGRAM @fls.com.vc

LEITORES

RECEBA POR EMAIL