#VocêTemUmaMenteMilionária

Filmes: Jogos Vorazes A Esperança - Parte 1

24 de novembro de 2014


Título Original: The Hunger Games - Mockingjay: Part 1
Gênero: Ação
Ano: 2014
Duração: 123 minutos
Direção: Francis Lawrence
Distribuição: PARIS FILMES
Nota pessoal: 3
 

Sinopse
Após ser resgatada do Massacre Quaternário pela resistência ao governo tirânico do presidente Snow, Katniss Everdeen está abalada. Temerosa e sem confiança, ela agora vive no Distrito 13 ao lado da mãe e da irmã, Prim. A presidente Alma Coin e Plutarch Heavensbee querem que Katniss assuma o papel do tordo, o símbolo que a resistência precisa para mobilizar a população. Após uma certa relutância, Katniss aceita a proposta desde que a resistência se comprometa a resgatar Peeta Mellark e os demais Vitoriosos, mantidos prisioneiros pela Capital.


Crítica:

Quem acompanha o site a mais tempo sabe o quão decepcionante o livro A Esperança foi para mim, com isso minhas expectativas para o filme não estavam lá muito boas, afinal esperava um filme fiel, assim como seus antecessores, além do fato de o mesmo ter sido dividido em duas partes, o que sempre considerei extremamente desnecessário, afinal metade do livro, ao meu ver, foi pura enrolação, com isso o filme não ficou atrás, também teve muita enrolação no meio.
Sei que tem muito fã da série que vai me considerar uma herege por escrever essas linhas, mas minha política aqui sempre foi sinceridade acima de tudo, então vamos lá.
O filme não esta ruim, mas não dá aquele tesão de querer sair correndo para comprar ingresso para a próxima sessão, ou assistir de novo o quanto antes como seus antecessores, o que é uma pena, adoro essa sensação.
O grande pecado de se dividir uma adaptação em partes é que para colocar uma duração de duas horas os produtores inserem cenas desnecessárias e sem qualquer conteúdo relevante para a trama, esse filme não foi uma exceção, por exemplo, precisava a Katniss ir duas vezes ao Distrito 12? Não, uma vez seria o suficiente, entre outras cenas que melhor não detalhar.
Diferente dos filmes anteriores, não senti que a Jennifer Lawrence foi o grande destaque da vez, em minha opinião quem roubou a cena durante esse filme foi Josh Hutcherson, todas suas aparições no filme foram de tirar o fôlego e uma atuação impressionante, ele sempre interpretou um excelente Peeta, mas nesse filme ele superou as expectativas com sua interpretação, foi realmente incrível. Fiquei com certa pena do Liam Hemsworth que nesse filme, mais do que nos anteriores, ficou como mero coadjuvante, mesmo estando muito mais presente nas cenas, senti que a personagem dele perdeu forças e importância. Nos filmes anteriores Gale aparecia pouco mas sempre foi presente de alguma forma, e nesse filme o efeito reverso aconteceu.
Outro ponto que adorei ver no filme foram os levantes, toda a revolução dos distritos e os ataques realizados ficaram incríveis, embora eu deva dizer que em uma determinada parte comecei a rir, por que foi impossível não lembrar de Os Miseráveis.
Sem dúvida esses dois pontos foram o que me conquistaram no filme, sempre fui fã da personagem Peeta Mellark e vê-lo tão bem interpretado nesse filme, superando minhas expectativas, foi realmente prazeroso.
No demais, o filme é mediano, apresenta alguns erros de continuidade e muitas cenas desnecessárias e irrelevantes.
O final foi morno, sinceramente gostaria que tivesse terminado uns 5 a 10 minutos antes, não sei precisar bem o tempo, mas é uma cena que deixaria todos os espectadores desesperados e com o coração acelerado para uma continuação (sinceramente essa foi a cena que me marcou no livro e estava ansiosa por ver como ela seria no filme e ficou ainda melhor, obrigada Josh), mas não foi e acabou de forma morna e sem graça.
Agora é aguardar o segundo filme que encerra a adaptação da trilogia. Se estou ansiosa? Nem um pouco, como já disse não gostei do livro, embora continue esperando que a adaptação seja melhor conduzida.

Curiosidades:
Philip Seymour Hoffman, que interpreta Plutarch Heavensbee, morreu tragicamente uma semana antes do final das filmagens. Levando em consideração, que a maioria de suas cenas para os dois filmes finais estavam gravadas, o personagem não foi substituído, mas finalizado com uma combinação de reescrituras, truques de câmera e efeitos especiais digitais.

Fonte: Adoro Cinema

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta