#VocêTemUmaMenteMilionária

Livros: A Mulher Silenciosa

15 de janeiro de 2015


Título Original: The Silent Wife
Gênero: Romance Psicológico
Autor: A. S. A. Harrison
Ano: 2014
Editora:Intrínseca
Número de páginas: 256
Nota pessoal: 3

Sinopse:

Jodi e Todd estão juntos há 20 anos e, aparentemente, levam uma vida invejável. Todd é um empreiteiro bem-sucedido que pode bancar alguns luxos, como o enorme apartamento com uma vista deslumbrante para o lago, um Porsche (dele) e um Audi (dela) na garagem, e o estilo de vida de Jodi. Psicoterapeuta, ela atende em casa apenas dois clientes por dia, e tem tempo de sobra para as sessões de pilates, as aulas de arranjos florais, os passeios com Freud, o golden retriever do casal, e o preparo das refeições gourmet de que tanto gosta. Jodi ainda fica ansiosa ao ouvir a chave do marido abrindo a porta. Todd diz que nunca encontrará uma mulher igual a ela. Essa fachada perfeita, porém, está prestes a ruir. Todd é um adúltero incurável, e Jodi sabe disso. Ela é a esposa silenciosa, preparada para tolerar as traições do marido com o intuito de manter as aparências. Até que Todd sai de casa - para viver com uma mulher com metade da idade dela, filha de seu melhor amigo. Magoada, humilhada e, por fim, financeiramente abalada, Jodi começa a contemplar o assassinato como uma opção razoável.

Personagem favorito:
Apesar de seus diversos distúrbios e de sua certa apatia para a vida, me identifiquei em alguns aspectos com Jodi, principalmente sua rejeição ao casamento e sua aversão a ter filhos.
 
Citações que me chamaram a atenção:
Ele dizia: "Vamos nos casar", e ela respondia: "Podemos dar uma passada no supermercado antes?" Ele ficava um tanto magoado com aquilo, mas havia algo de admirável na determinação dela.
Respeitas as diferenças, ela entendeu, ia além de simplesmente fazer concessões; significava abrir mão de uma perspectiva limitada, da suposição do que você necessariamente está certo e os outros, errados, que o mundo seria um lugar melhor se todos pensassem como você.
Crítica:
O livro foi tão relacionado com Garota Exemplar que acabei esperando muito mais dele, na verdade esperava que ele superasse sua referência, mas acabou sendo um pouco decepcionante.
Não que seja um livro ruim, a história é boa, mas bastante arrastada, sem grandes reviravoltas e bastante previsível em alguns aspectos.
Relata a história de um casal nada carismático, e provavelmente esse foi o motivo de deixar a história um tanto arrastada, afinal tudo o que se passava na vida deles era remotamente interessante e por isso tudo acontecia com certa lentidão. O fato de eu me identificar em alguns aspectos com a protagonista não fez com que eu criasse empatia, somente com que eu entendesse certas coisas que passavam por sua cabeça, sua linha de raciocínio, nada mais.
As personagens secundários também não me chamaram atenção, e com certeza esse mix de personagens desinteressantes acabou por deixar a história muito morna e sem vida. Os acontecimentos iam e vinham sem qualquer relevância efetiva, não foi o time de história que marcou e certamente é um livro que vou acabar esquecendo ao longo da vida.
Acredito que seja um livro interessante para quem esta começando a ler trillers psicológicos, ai possa ser interessante, mas no meu caso acabou se tornando um livro mediano que não marcou.

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta