#VocêTemUmaMenteMilionária

Filmes: Simplesmente Acontece

9 de março de 2015


Título Original: Love, Rosie
Gênero: Comédia Romântica
Ano: 2015
Duração: 102 minutos
Direção: Christian Ditter
Distribuição: IMAGEM FILMES
Nota pessoal: 3

Sinopse
Os jovens britânicos Rosie e Alex são amigos inseparáveis desde a infância, experimentando juntos as dificuldades amorosas, familiares e escolares. Embora exista uma atração entre eles, os dois mantêm a amizade acima de tudo. Um dia, Alex decide aceitar um convite para estudar medicina em Harvard, nos Estados Unidos. A distância entre eles faz com que nasçam os primeiros segredos, enquanto cada um encontra outros namorados e namoradas. Mas o destino continua atraindo Rosie e Alex um ao outro.



Crítica:

É mais um clássico clichê da comédia romântica? Sim, totalmente, mas ele tem sua graça, pois apesar de ele repetir a fórmula do sucesso ele tem uns elementos diferenciados que garantiram com que a história ficasse fofa e emocionante.
O filme conta a história de dois amigos ao longo de muitos anos de amizade, porém a passagem do tempo no filme é contada ao longo de 12 anos, o que dependendo da forma como é feita acaba sendo um grande pecado, como foi nesse filme.
Sinceramente a escolha de Lily Collins não foi nada certeira, uma garota de 25 anos com cara de 20 interpretando uma mulher com mais de 30 anos não convenceu. Pode ser que esse ponto passe para a galera mais nova, mas eu com meus 31 anos sei que não consigo passar por 25 mais, então ficou difícil me convencer, e mais uma vez o pecado da passagem do tempo foi cometido por cortes de cabelos. Tudo bem que a maioria das mulheres, eu mesma, com a chegada dos 30 dá aquela tosada no cabelo, mas isso não nos torna mais jovens e sim mais maduras. Apesar de ela ter emocionado em diversos momentos, não me convenceu como mulher de 30 e principalmente como mãe de uma garota de 12 anos.
Outro ponto que o filme que não me convenceu foi o rápido acontecimento dos fatos finais, talvez por isso o livro se passe ao longo de 45 anos, a facilidade que é casar e se divorciar, por mais normal que isso seja hoje em dia as coisas não acontecem assim da noite para o dia.
Tirando os pontos acima o filme é fofo, com uma trilha sonora lindinha que deu um toque todo especial ao filme.
Deixando de lado o quesito idade o casal protagonista conseguiu demonstrar uma linda química ganhando meu coração logo nas primeiras cenas. Sai do cinema com lágrimas nos olhos e coração apertadinho.
Foi definitivamente uma ótima escolha para um domingo chuvoso, valeu muito a pena, super recomendo para românticos(as) de plantão.

Curiosidades:
Baseado no livro de Cecelia Ahern chamado "Onde Terminam os arco-íris". A obra foi publicada em 2004. Livro relançado em 2014 pela Editora Novo Conceito com o mesmo título do filme. Diferente do romance, o filme se passa ao longo de 12 anos em vez de 45.

Fonte: Adoro Cinema

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta