#VocêTemUmaMenteMilionária

Filmes: Turistas

2 de março de 2015


Título Original: Turistas
Gênero: Suspense
Ano: 2006
Duração: 93 minutos
Direção: John Stockwell
Distribuição: PARIS FILMES
Nota pessoal: 3

Sinopse

Os irmãos Alex e Bea, ambos americanos, estão entre os passageiros de um ônibus brasileiro, que carrega turistas e brasileiros. Eles estão com Amy, a melhor amiga de Bea, com todos decididos a aproveitar da melhor maneira possível os encantos do Brasil. Porém o motorista perde o controle do ônibus e o trio por pouco não consegue escapar do acidente, antes que o ônibus caísse em um penhasco. O trio se junta à australiana Pru e aos britânicos Finn e Liam, que também sobreviveram ao acidente. O grupo decide ir até a praia para encontrar um bar que Finn e Liam ouviram falar, ao invés de esperar com os moradores locais por um novo ônibus. Lá, eles encontram bebidas exóticas e pessoas dançando, o que faz com que todos se divirtam. Porém logo eles começam a se sentir mal e desmaiam, acordando horas depois sozinhos na praia. O grupo foi roubado, sendo que agora todos estão sem seus passaportes e sem dinheiro algum. Eles chegam à uma cidade próxima, onde reencontram Kiko, um adolescente brasileiro que conheceram na festa da noite anterior. Kiko lhes oferece uma casa na floresta, onde todos podem se hospedar. Eles aceitam a oferta, já que na vila há pessoas que usam métodos brutais e não têm nenhuma compaixão por turistas. Quando percebem, eles caem nas garras de uma quadrilha de tráfico de orgãos e o pesadelo está só começando.


Crítica:

Desde o lançamento do filme em 2006 criei um pré conceito a respeito do mesmo, pensando "como posso assistir/apoiar um filme que mostra um lado completamente negro do Brasil, até que não sei o que me deu esse final de semana, estava zapeando o Netflix em busca de algum filme que não tinha assistido e me deparei com ele. Ironicamente semana passada estava conversando com uma colega de trabalho e acabamos citando esse filme, sinceramente não me recordo o assunto em questão, mas achei muita coincidência e resolvi assistir, afinal se quero falar sobre algo preciso de propriedade.
Assisti o filme sem qualquer expectativa e fui positivamente surpreendida, pois o filme é bom, é um terror com bastante clichê, sim, mas ainda assim ele tem a dose de suspense na medida.
Ao terminar o filme fiquei refletindo sobre o que tinha acabado de assistir, se eu deveria, com o perdão da palavra, ficar puta com a forma com o Brasil foi retratado ou não, e decidi que não ficaria.
O filme é um clássico clichê do estilo de terror e só porque foi filmado no Brasil seria diferente? Porque? Achei que o filme é bastante coerente e ao mesmo tempo fantasioso.
Quem vive no Brasil sabe que o país tem diversos problemas e pessoas se aproveitando de outros a todo momento, sim, mas não é assim em todo lugar, basta saber onde ir. Eu mesma jamais andaria pelos lugares que as personagens andaram, é realmente pedir para ter os órgãos roubados e acordar numa banheira de gelo.
Qualquer viagem é assim, independente de onde você vá, esta sempre exposto, sujeito a uma tragédia, mas também pode ser uma viagem incrível para ficar na história, tudo depende de como a pessoa se programa, onde se hospeda, se busca recomendações e tudo o mais. Qualquer brasileiro que se aventure a uma viagem como a deles em nosso país pode muito bem ter um destino cruel. O mesmo se aplica em uma viagem para qualquer lugar do mundo. E por isso digo que o filme foi coerente.
Por ser um filme de terror digo que minha recomendação é moderada, afinal ele tem cenas de muito sangue e órgãos a mostra para quem quiser ver, mas tirando isso o filme é bom e vale a pena conferir.

Curiosidades:
É o primeiro filme norte-americano a ser inteiramente rodado no Brasil, com sua equipe de produção ficando no país durante cinco meses. O filme foi muito criticado por passar uma imagem ruim do Brasil. O ator Josh Duhamel pediu desculpas ao governo e povo brasileiro. Durante o The Tonight Show with Jay Leno, o ator elogiou o país e afirmou que a obra não pretende fazer com que as pessoas deixem de visitar o Brasil.


Fonte: Adoro Cinema

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta