#VocêTemUmaMenteMilionária

Filmes: Velozes e Furiosos 7

6 de abril de 2015


Título Original: Furious 7
Gênero: Ação
Ano: 2015
Duração: 137 minutos
Direção: James Wan
Distribuição: UNIVERSAL PICTURES
Nota pessoal: 5
Site Oficial

Sinopse
Após os acontecimentos em Londres, Dom, Brian, Letty e o resto da equipe tiveram a chance de voltar para os Estados Unidos e recomeçarem suas vidas. Mas a tranquilidade do grupo é destruída quando Ian Shaw, um assassino profissional, quer vingança pela morte de seu irmão. Agora, a equipe tem que se reunir para impedir este novo vilão. Mas dessa vez, não é só sobre ser veloz. A luta é pela sobrevivência.



Crítica:
Desde a tragédia que se abateu sobre o elenco da franquia durante as filmagens desse filme fiquei imaginando o que seria de seu final, se seria possível fazê-lo de forma respeitosa e honrosa, fiquei muito feliz ao constatar que isso foi possível e de uma forma muito linda.
Como em todos os filmes da franquias existe uma variedade incrível, e para todos os gostos de: carros, mulheres gostosas com pouca roupa e bad boys sarados, um verdadeiro banquete, além de muita música no estilo hip hop (ou seja lá o estilo que as músicas são classificadas hoje em dia), que por sinal super combina, mesmo não sendo meu estilo musical.
E também, como não poderia faltar, tem muita cena de ação e aventura, com muitos efeitos especiais que fazem uma cena mentirosa ao extremo tirar o expectador do encosto da cadeira. Sem dúvida a franquia jamais deixou a desejar nesses quesitos.
Um ponto muito interessante foi a amarração com os filmes anteriores, sem dúvida é diferente de tudo o que já vi, afinal seu filme antecessor, na cronologia da história, seria não o sexto mas sim o terceiro filme, um tanto doido, não? Sinceramente não posso afirmar com absoluta certeza de que a amarração foi bem feita, pois ainda não tive o prazer de assistir os filmes em sua correta ordem, afinal os produtores e diretores não ajudaram com a cronologia do lançamento. Em breve pretendo fazer um post especial comentando sobre a cronologia correta da série, pois tenho o objetivo de assistir a todos os filmes na correta ordem, isso é não só uma questão de honra como também de TOC (eu preciso fazer isso).
Esse filme não deixou a desejar em absolutamente nada, como já disse em posts anteriores dos filmes da franquia eu, sei lá diabos por que, sou completamente apaixonada por essa franquia. Porque não entendo? É fácil de explicar, vamos lá. Eu odeio dirigir, não suporto o estilo musical, mulher gostosa ou não pra mim não faz qualquer diferença, então só resta a opção de bad boys sarados e muita mentira e efeitos especiais (risos). Brincadeiras a parte eu realmente sou apaixonada pelos filmes da franquia e não perco a oportunidade de assisti-los.
Porém, esse filme foi além, afinal ele não apenas manteve os pontos tradicionais como ainda incluiu um item muito louvável, o respeito e homenagem a Paul Walker, sem dúvida essa foi uma belíssima forma de não só o elenco mas também todas as pessoas envolvidas na franquia, fãs inclusive, se despedirem e expressarem a respeito da perda desse ator tão querido, e, sem dar qualquer spoiler posso dizer que foi uma das homenagens mais lindas e emocionantes que já vi. Toda a simbologia contida não apenas nas falas mas também nas cenas apresentadas ao final do filme são simplesmente de arrancar lágrimas (gostaria de poder comentar mais, mas infelizmente os spoiler seriam inevitáveis, portanto vou me abster de comentários). Saí do cinema aos prantos mas com a certeza de que esse filme foi sensível da forma como muitos filmes de drama não conseguem ser. Um filme que deve ser visto por todos.

Curiosidades:
A produção do filme foi interrompida em 1º de dezembro de 2013 após a trágica morte de Paul Walker, devido a um acidente automobilístico em 30 de novembro de 2013. As filmagens aconteciam em Atlanta e o longa estava programado para ser lançado em 11 de julho 2014. O diretor James Wan e os executivos da Universal realizaram uma teleconferência para determinar como procederiam com o projeto de uma forma respeitosa à memória de Walker. Paul estava prestes a finalizar suas cenas no momento em que veio a falecer. Embora tenha havido algumas considerações sobre cancelar Velozes & Furiosos 7, a obra foi finalmente retomada, sendo o roteiro reescrito, a fim de resolver a ausência de Walker e proporcionar ao personagem um digno "bota-fora".
Dublês e CGI foram utilizados para completar o filme, após a morte de Paul Walker. Os irmãos de Paul, Caleb e Cody Walker estavam entre eles, e também forneceram vozes off para o personagem Brian O'Conner.
A trama de Velozes e Furiosos - Desafio em Tóquio está localizada entre Velozes e Furiosos 6 e Velozes & Furiosos 7. Portanto a ordem cronológica da série acaba sendo: Velozes & Furiosos (2001), + Velozes + Furiosos (2003), Velozes & Furiosos 4 (2009), Velozes & Furiosos 5 - Operação Rio (2011) e Velozes & Furiosos 6 (2013), Velozes & Furiosos - Desafio em Tóquio (2006) e Velozes & Furiosos 7 (2015)

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta