#VocêTemUmaMenteMilionária

Séries: Orange Is The New Black - 2ª Temporada

12 de junho de 2015


Título Original: Orange Is The New Black
Temporada: 2
Gênero: Comédia
Ano: 2014
Emissora: Netflix
Nota pessoal: 3
Site Oficial

Finalizando a Semana do Orgulho LGBT trago a série que esteve presente pelo segundo ano consecutivo na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.

Sinopse
Piper começa a temporada em uma nova prisão depois da agressão contra outra interna, durante um julgamento encontra com Alex que pede para que minta em seu testemunho, acontece que com isso Piper se mantém presa enquanto Alex curte sua liberdade fora da prisão.




Crítica:
Mais uma vez posto a resenha da temporada no dia da estreia da temporada seguinte, acho que isso pode se tornar uma tradição dessa série, afinal só me sinto empolgada para assistir a temporada quando começam os rumores com o lançamento da seguinte, não sei o por quê.
Quando o assunto é Orange Is The New Black a distinção de homo x heterossexualidade fica como plano de fundo, afinal não existem falsos moralismos apontados aqui, muito menos desrespeito com a orientação sexual de cada um. Ou seja, vemos um mundo como deveria ser. E nessa temporada esse clima esteve ainda mais presente, afinal até competição de que mulher transava com mais mulheres rolou com a naturalidade que deveríamos ter para tratar assuntos relacionados a sexualidade. E esse sem dúvida é um ponto a favor da série, que mais uma vez esta de parabéns por nos mostrar que é normal ser normal.
Assim que lançou a segunda temporada assisti ao primeiro episódio, mas a série não me prendeu, ao longo de meses que se passaram consegui acumular uma marca de cinco episódios assistidos. Quando já estava considerando a série como abandonada resolvi me empolgar e começar a assistir novamente e então embarquei em uma maratona, mas sinceramente a série não empolgou muito para que a maratona acontecesse, o que me motivou mesmo foi o lançamento da terceira temporada, que realmente espero que empolgue mais.
A temporada manteve o clássico padrão de nos introduzir diferentes histórias de presidiárias a cada episódio em um mix com o drama vivido por Piper. Porém, já ficou claro que o foco dado na protagonista da história, que inspirou a série com seu livro, ficou como segundo plano e, realmente, acho que essa foi a melhor parte da temporada, conhecer os dramas vividos por outras criminosas, mas ao mesmo tempo sinto que a história vem se estendendo e parecendo mais um drama/comédia que encontramos em citycom o que pode ser um enorme pecado para a série.
Espero realmente que a segunda temporada tire esse ar de família feliz vivendo em uma prisão, porque sinceramente se as prisões femininas forem como a apresentada na série não é nenhum bicho de sete cabeças passar uma temporada por lá, não é?
Se vou iniciar a próxima temporada agora ou somente perto do lançamento da próxima temporada, se houver, sinceramente não sei, vamos ver no que dá.

Informações sobre a próxima temporada:
A terceira temporada da série produzida pelo Netflix esta disponível a partir de hoje no stream.

Temporadas anteriores
Primeira Temporada

LEITORES

RECEBA POR EMAIL

INSTAGRAM @fls_insta