#VocêTemUmaMenteMilionária

Intrínsecos - Clube de Livros

5 de março de 2019


Em Agosto de 2018, na Bienal do Livro de São Paulo, a Editora Intrínseca anunciou que em Outubro daria início ao Clube do Livro Intrínsecos.

Divulguei essa informação no #FLSNaBienal Dia 03!

Eu, por ter feito a cobertura do evento que eles fizeram na Bienal para o Sobre Livros, ganhei a primeira caixinha, claro que foi amor a primeira vista!!!

Eu sempre me considerei uma Intrinsiquete, afinal, amo mais do que lasanha o que eles publicam e minha estante é recheada de livros da editora.

Quando recebi aquela caixinha em minhas mãos, a expectativa silenciosa de um livro novinho para cheirar me deixou doida.



Corri para abrir e, claro, a editora não deixou a desejar, mandou um romance policial, O desaparecimento de Stephanie Mailer de Joël Dicker, muito envolvente que devorei em questão de dias.

Novo livro do autor de A verdade sobre o caso Harry Quebert Uma grande expectativa toma conta da badalada cidade de Orphea, nos Hamptons. A população aguarda ansiosamente a estreia de seu primeiro festival de teatro. Mas o prefeito está atrasado para a cerimônia. A poucos metros dali, Samuel Padalin percorre as ruas desertas em busca da esposa. Diante da casa do prefeito, um corpo é encontrado. E, no interior da residência, a cena é ainda pior: uma família inteira foi assassinada com extrema violência. Vinte anos após a resolução do homicídio, novos fatos mudarão para sempre a história de Orphea. A jornalista Stephanie Mailer confronta as autoridades e afirma que houve um gravíssimo erro na investigação. Então, ela desaparece. O que aconteceu com a jornalista? E o que de fato ocorreu em 30 de julho de 1994? Em uma narrativa repleta de reviravoltas e sequências inesperadas, o premiado escritor Joël Dicker se reafirma como uma das vozes mais criativas do momento ao entrelaçar brilhantemente diversos personagens e tramas. Um livro intrigante, ao mesmo tempo sofisticado, divertido e marcado por uma fina ironia.
Mas ai ficou pairando em minha mente...

Agora que tenho a primeira caixinha o que será da minha vida?!?

Não deu outra, fui lá e assinei, e na hora me peguei dividida entre assinar o plano mensal ou anual "Oh meu Deus!!!".

Quando olhei o custo benefício, para quem não sabe eu faço muita conta antes de fechar qualquer compra, e vi que valeria MUITO mais a pena fechar o plano anual.

Até porque eu sabia que existiam pouquíssimas possibilidades de eu decidir por cancelar a assinatura antes do período.

Todo mês é uma aventura. Afinal, a editora é boa em gerar um suspense e nos deixar cheios de expectativa.

Está sempre soltando pistas com diversas imagens, mensagens e até mesmo playlists personalizadas, é trabalho de primeira em deixar a gente curioso (risos).

Novembro foi a vez de um romance lindo, Os prós e os contras de nunca esquecer de Val Emmich, nunca tinha lido nada do autor mas amei esse livro.

Joan Lennon é uma menina de 10 anos com um dom surpreendente: ela é capaz de lembrar, com exatidão de detalhes, tudo que aconteceu com ela. Sabe quantas vezes a mãe disse “sempre dá certo” nos últimos seis meses, lembra dos dias e dos motivos para ter chorado, mas compreende também que nem todos têm essa capacidade. A maioria das pessoas, ela sabe, esquece as coisas, mas Joan não quer ser esquecida pelos outros. Então quando depara no jornal com um concurso cultural intitulado “Próximo Grande Compositor”, ela encontra a resposta: uma boa música é impossível de ser esquecida. Ela só precisa achar o colaborador perfeito. E é aí que entra Gavin Winters.
Amigo de faculdade dos pais de Joan, Gavin é um ator famoso de Los Angeles que no momento enfrenta a dor terrível de ter perdido subitamente o namorado, Sydney. Depois de ter um vídeo seu em surto vazado na internet, Gavin decide dar um tempo na casa dos velhos amigos.
Logo que se conhecem, Gavin e Joan fazem um acordo peculiar: ele vai ajudar Joan com a música e em troca a menina vai contar tudo que se lembra de Sydney. Mas o que no início era reconfortante acaba se tornando uma tortura no momento em que Gavin é obrigado a encarar o fato de que o namorado talvez estivesse escondendo alguma coisa.
Já dezembro não foi um mês de surpresas o que, confesso, me decepcionou um pouco.

Por uma estratégia de Marketing, para trazer novos assinantes, a Editora anunciou que sairia o mais novo livro de Markus Zusak, O Construtor De Pontes.


Se em A menina que roubava livros é a morte quem conta a história, em O construtor de pontes, novo romance de Markus Zusak, presente e passado se fundem na voz de outro narrador igualmente potente: Matthew, o filho mais velho da família Dunbar. Sentado na cozinha de casa diante de uma máquina de escrever antiga, ele precisa nos contar sobre um dos seus quatro irmãos, Clay. Tudo aconteceu com ele. Todos mudaram por causa dele.
Anos antes, os cinco garotos haviam sido abandonados pelo pai sem qualquer explicação. No entanto, em uma tarde ensolarada e abafada o patriarca retorna com um pedido inusitado: precisa de ajuda para construir uma ponte. Escorraçado pelos jovens e por Aquiles, a mula de estimação da família, o homem vai embora novamente, mas deixa seu endereço num pedaço de papel. Acontece que havia um traidor entre eles: Clay.
É Clay, então, quem parte para a cidade do pai, e os dois, juntos, se dedicam ao projeto mais ambicioso e grandioso de suas vidas: uma ponte feita de pedras e também de lembranças ― lembranças da mãe, do pai, dos irmãos e dele mesmo, do garoto que foi um dia, antes de tudo mudar. O tempo, assim como o rio sob a ponte, tem uma força avassaladora, capaz de destruir, mas também de construir novos caminhos.
2019 chegou e com ele um mundo de expectativas sobre os próximos lançamentos do Clube Intrínsecos...

Para Janeiro a editora trouxe um livro um tanto diferente, para o meu gosto literário, com O caso da Mansão Deboën de Edgar Cantero e Giu Alonso, confesso que ainda não li.

Eles se conheceram na infância, nas férias em Blyton Hills ― a cidade debruçada no lago mais enigmático que uma criança poderia imaginar. Anos depois, Andy é uma mulher extremamente solitária e sente que não se encaixa em lugar algum; Kerri busca consolo para seus medos e complexos na bebida; Nate se interna voluntariamente em hospitais psiquiátricos e tem a constante companhia do fantasma de Peter, o amigo que se tornara um astro de Hollywood mas morreu de overdose. Nenhum dos quatro podia imaginar que seu futuro seria fadado ao fracasso por conta de uma aventura adolescente envolvendo a Mansão Deboën.
Mais de uma década antes, em 1977, eles eram apenas quatro jovens inquietos, acompanhados de um simpático cachorro, quando foram até o lago da cidade de Blyton Hills para desvendar um mistério. Em vez de monstros assustadores e espíritos vingativos, o Clube dos Detetives de Blyton, como eles se intitulavam, descobriu que tudo não passava da tramoia de um criminoso fantasiado. Mas o que eles viram e ouviram naquele dia jamais deixa de aterrorizá-los.
Com a vida estagnada e imersa em um caos insuportável, Andy se convence de que é preciso enfrentar o passado que não os permite seguir em frente. O grupo então se reúne para tentar entender o que realmente aconteceu naquele fatídico verão e, desta vez, terão certeza de que a resposta é muito mais macabra e perigosa do que imaginavam.
Já Fevereiro foi a vez de Os Nove Desconhecidos de Liane Moriarty, ainda não disponível no Brasil.


São nove estranhos, dez dias e um sem-numero de surpresas. Cada qual por uma razão, eles compram um pacote de estadia no spa Tranquillum House, um balneário remoto ao norte de Sidney,na Austrália, a fim de se desintoxicar da própria vida - curar um luto, perder peso, lidar com a crise no casamento. Em comum, todos querem um pouco de paz, e o programa intitulado ''retiro exclusivo de dez dias para transformação total da mente e corpo'' parece ideal. A aposta em meditação, ioga, terapias alternativas e alimentação saudável, sem alccol ou droga, naturalmente,tem tudo para ser uma escolha acertada.Quem nos conta isso é uma das internas,Frances Welty,uma escritora de meia-idade de best-sellers românticos apegada a aforismo literários que só quer esquecer o golpe que sofreu em seu ultimo relacionamento."Voces não vão ser mais as pessoas que são agora" é uma das promessas do spa. No inicio, a reação de todos é muito parecida: os nove então desconhecidos respondem de forma exultante aos tratamentos - inclusive a família Marconi,que passa no spa o aniversario de uma data marcante na vida dos três, o pai Napoleon, a mãe,Heather, e a filha, Zoe.e Carmel Schneider,39 anos,desiludida e recém-divorciada. E Tony Hogburn,56 anos, viciado em remédios para emagrecer. E Ben e Jessica Chandler, que chegam para solucionar uma crise no casamento. Todos reagem de forma eufórica aos primeiros estímulos. Mas só depois vão descobrir por que. E tudo o que parecia tao certo, de repente, torna-se a causa de angustias infinitas e laços inesperados: o excesso de regras do espaço, o controle absoluto dos internos, o clima de mistério...Com sarcasmo, ironia e humor mais acido do que limonada sem açúcar,a autora questiona as promessas de transformação que se tornaram um produto dos novos tempos e a sobessa com a qual algumas pessoas parecem se agarrar a elas, provocando ainda reflexões originais sobre luto, o trauma e a recuperação.
Agora estou aguardando ansiosamente a minha caixa de Março que, justamente no mês que estou mais curiosa, foi a primeira vez que minha caixinha não chegou antes da virada do mês, acredito que por conta do Carnaval.

Mas, no geral, minhas impressões com a assinatura do Clube estão muito satisfatórias, e se você se interessou eu super recomendo aproveitar a promoção de Abril.

Fazendo o plano de assinatura anual até 31 de Março você receberá um brinde adicional em sua caixinha de abril que será uma bolsa para livros, um pedido que nós assinantes atuais fizemos e a Editora que é MARAVILHOSA atendeu.


Para saber mais acesse: https://www.intrinsecos.com.br/

Em breve trarei as resenhas dos livros já lidos... Aguarde!!!

INSTAGRAM @fls.com.vc

LEITORES

RECEBA POR EMAIL